Santo Paradoxo

Este blog é destinado a todas as pessoas que procuram se informar, atualizar, se divertir, discutir assuntos, ensinar algo de útil,ou não!




Você perdoaria aquele amigo mentiroso se alguém lhe revelasse que cientificamente nem todo mundo é naturalmente honesto? Ou ainda que algumas pessoas se esforçam mais do que as outras para dizer a verdade? Pois se prepare: um estudo feito por Joshua Greene e Joseph Paxton, da Universidade de Harvard, acaba de comprovar exatamente isso.


Questionando se a honestidade era uma decisão consciente ou natural, Greene e Paxton, investigaram as questões morais por trás do tema. Segundo artigo publicado na Seed Magazine, o estudo Patterns of neural activity associated with honest and dishonest moral decisions (em português, Padrões de atividade cerebral associados a decisões morais de honestidade e desonestidade) divulgado recentemente na Proceedings of the National Academy of Sciences monitorou a atividade cerebral de alguns voluntários quando eles tomam a decisão de mentir.

Uma moeda foi quem ajudou a explicar tudo: isso porque a pesquisa foi realizado a partir da previsão dos voluntários de como uma moeda cairia ao ser jogada para o ar. A dupla procurou motivá-los oferecendo pagamento para previsões corretas. Buscando comparar a atitude de cada indivíduo, os pesquisadores realizaram testes em que eles pediram aos voluntários para revelar as suas previsões antes do sorteio. Os cientistas usaram a estatística e avaliaram os resultados: os desonestos foram identificados como aqueles que adivinharam o resultado do sortero mais vezes que a chance prevista.


O que Greene e Paxton descobriram é que a honestidade é um processo automático, mas apenas para algumas pessoas. Ao avaliar os resultados dos testes, os cientistas constataram que existem indivíduos honestos e mentirosos: para indivíduos honestos, decidir ser honesto não demanda uma atividade cerebral extra. Mas para outros, do grupo desonesto, tanto a decisão de mentir quanto a de decidir falar a verdade demanda uma atividade extra nas áreas do cérebro associadas com o pensamento crítico e auto-controle.



O resultado mostra que a honestidade é automática para apenas algumas pessoas e ainda revela que muitas das nossas ações diárias não estão sob nosso controle consciente.

0 comentários:

Postar um comentário

Sobre o Blog

O multiverso do conhecimento começa aqui. Com apenas um click, você romperá a fronteira da ignorância, falta de cultura, mau humor, desinformação, e viajará em um mundo onde ninguém antes esteve. Preparesse, pois depois de hoje sua vida não será a mesma.

Maior Torcida

Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar este blog

Videos em destaque

Loading...